Revista Photoshop Creative para iPad. Download gratis

Conheça os principais passos para a pintura realística de olhos

Postado por Redação Photoshop Creative em 05/12/2011 às 10h 52min

Neste tutorial, você aprenderá os passos básicos de uma convincente pintura realística para olhos!



Publicado originalmente na edição número 35 da revista Photoshop Creative.

Especialista

 

    Rodrigo Sória

Rodrigo Sória, nascido em 1985, estudou desenho artístico, ilustração e desenho publicitário. Trabalha como freelancer e desenvolve projetos de computação gráfica em geral.

http://rodrigosoriacampos.blogspot.com/

 

Arquivos Iniciais

Nosso tutorial não possui arquivos iniciais. O desenho e o pincel podem ser feitos diretamente por você.

 
Neste tutorial, você aprenderá os passos básicos de uma convincente pintura realística para olhos. Tudo começa com um esboço simples, que pode ser feito diretamente na tela ou, se você for do tipo perfeccionista, escaneado de um desenho feito anteriormente. Tenha em mente que noções básicas de pintura, como aplicação de volume com luzes e sombras, é fundamental para qualquer tutorial de pintura realística no Photoshop - e este caso não é exceção. Para facilitar, você pode pegar uma foto como referência. Ela lhe mostrará os locais corretos para a aplicação de luzes, principalmente porque os olhos são áreas molhadas e reflexivas.

Aqui também é uma boa oportunidade para a criação de seus próprios pincéis. Textura de pele, luzes, cílios e pelos podem ser produzidos com um único pincel. Teste o modelo que mais lhe agrada.


01 Esboço do desenho

Com o auxílio de uma pen tablet ou por meio de um desenho escaneado, faça um rápido esboço para estabelecer as formas principais do olho.
Em uma camada abaixo, defina o tom de pele.

02 Cores básicas

Crie uma nova camada, e com um pincel de dureza média e opacidade média, comece a utilizar as cores básicas que vão compor o olho, como sombras e luzes. Amplie de forma considerável a janela de visualização para começar a detalhar algumas áreas, gerando os volumes necessários. Utilize sempre imagens de referência para o desenvolvimento. Se preferir, com a ferramenta Eyedropper, retire referências cromáticas de uma foto já existente.


03 Suavização da imagem

Utilizando o mesmo pincel de borda suave, vá suavizando e mesclando os volumes para que a imagem fique sem marcações. Caso tenha dificuldades, utilize a ferramenta Blur para facilitar o resultado.
Depois, comece a fazer as marcações dos detalhes dos olhos, como pálpebras, cantos dos olhos, cavidades etc.

 
Dica Rápida
Na parte superior dos olhos, faça uma leve sombra de profundidade. Na parte inferior, faça marcações de luz e brilho, conforme imagem do passo 02.
 

Criação de volumes

Utilize um pincel mais suave para gerar o sombreado. Altere a opacidade entre 6 e 10% para gerar os volumes de forma convincente e sem tantas marcações. Configure a tablet para utilizar a pressão para a pintura (Window> Brush> Shape Dynamis> Pen Pressure) dos volumes, conforme imagem mostrada abaixo.





 


04 Pintura da íris

Faça a pintura da íris com cores diversas, sempre pensando nas cores quentes e frias, assim o resultado será mais realista. Mesclar com tons neutros possibilita um realce considerável à ilustração.

Procure gerar sombras ao redor da pupila e, para os detalhes, utilize um pincel de tamanho 3px com uma intensidade entre 10 a 20% com tons em amarelo escuro, roxo e azul. Baseie-se em referências reais para fazer a pintura da íris, lembrando que esta é a parte principal e o detalhamento é imprescindível. Faça a transição dos detalhes da íris de forma orgânica e suave, e procure sempre dar suavidade ao redor dela e dentro dos olhos.



05 Detalhamento

Depois de todos os processos finalizados, inicia-se o detalhamento da imagem. Ela deverá estar semelhante à imagem ao lado para o refinamento. Com a pintura neste nível, comece a texturizar as áreas superiores e inferiores dos olhos, acrescentando rugas, brilhos, sombras e volumes. Procure deixar a imagem bem detalhada, isso é o que gera a atenção e beleza.


06 Brilhos e poros

Após os detalhes e refinamento, sua imagem final deve ficar desta forma. Crie cada detalhe em camadas diferentes assim, você terá um maior controle no desenvolvimento da pintura.
Faça os brilhos superiores e inferiores e as marcações de poros da pele intercalando tons claros e escuros. Pegando sempre com o conta-gotas os tons próximos de onde você estiver pintando de maneira que não haja grandes diferenças nos tons de pele.


 

Dica Rápida
Para as texturas, rugas e cílios, você deve definir um pincel como a imagem abaixo (Edit> Define Brush Preset). Experimente com diferentes tamanhos e opacidades até chegar a um resultado coerente.

 
 


07 Últimos passos

Para detalhar a íris do olho, vamos levar em consideração a luz do sol e o céu azul. Assim, faremos os brilhos da imagem com essa base de referência.

Marque na parte superior dos olhos os brilhos principais e o que seria a luz do sol com reflexo do céu em azul (Luz Principal). Faça na parte de baixo da íris as luzes secundárias de reflexão. O reflexo de luz também será bem visível na parte inferior do olho, próximo à pálpebra inferior, gerando realismo e simulando a lubrificação. Por fim, com tinta preta, crie as sombras dos cílios sendo projetadas dentro do olho, e diminua sua opacidade.
Faça cada detalhe em camadas diferentes, de maneira que você tenha um maior controle no desenvolvimento da pintura.





ARTIGOS SEMELHANTES
Photoshop Creative 66

Nesta Edição Photoshop Creative Edição 66 Tire muito mais dos brushes Um supertime de especialista e seus incríveis segredos para aplicação desta...

em Revista 15/07/2014 14h18

Photoshop Creative 64
em Revista 18/06/2014 09h31

Photoshop Creative 65
em Revista 11/06/2014 12h03




Deixe seu comentário
QUER UM AVATAR? Faça seu login ou cadastre-se

O comentário está desabilitado, para enviar um comentário você deve fazer login!

Últimas postagens Mais lidas