Revista Photoshop Creative para iPad. Download gratis

Desenvolva sites com photoshop

Postado por Redação Photoshop em 27/07/2009 às 15h 06min

Monte um site e aprenda diversas funções do Photoshop




O desenvolvimento de um site em Photoshop começa como o de qualquer outro. Você precisa idealizá-lo por completo, desde o tipo, o formato e o público-alvo, por exemplo. Em seguida, vem a preocupação com os detalhes. Quase todos serão ajustados no próprio software e o restante em programas auxiliares, como o Image Ready ou em um software WYSIWYG (“What you see is what you get” ou “O que você vê é o que você terá”), como o Dreamweaver e outros softwares de edição visual para a Web.
Nesse caso, os programas servirão para ajustar detalhes e incrementar funções que o Photoshop ainda não detém, como layers de Web, scripts, formulários etc. É bom lembrar que em breve tudo será mais integrado, como uma grande família de desenvolvimento para a Web, já que a Macromedia, fabricante do Dreamweaver, foi comprada pela Adobe em meados de 2005.
É recomendável também turbinar o Photoshop com fontes e brushes para facilitar o trabalho da montagem do site. Ainda que possam ser criados, estilos e padrões são de grande ajuda e também podem ser aproveitados de outros locais. O primeiro passo é o mesmo, abrir o Photoshop e começar.
Uma dica: com a evolução da Internet, a atualização de hardware, a banda larga e outros fatores importantes ligados à Web, os sites já podem ser desenvolvidos em 800x600 pixels com segurança, e uma grande fatia dos usuários já navega em 1024x768. Decida qual delas utilizar, pois a quantidade de espaço é fundamental para fazer com que os elementos do site respirem. Aqui utilizaremos o seguinte:
Note que a resolução é de 72 pixels/inch. Em tela, a resolução máxima atingida é essa, portanto, se a imagem estiver muito grande, é possível trabalhar nela para diminuir um pouco a resolução. A resolução para a Web deve ficar entre 50 e 72 pixels, pois assim o arquivo não será comprometido na visualização dos browsers. Esse tipo de procedimento, além de diminuir o tempo de download das figuras, também evita que estas sejam utilizadas para impressão.
Agora que temos nossa área de trabalho construída, é necessário começar a desenvolver o site. Dessa forma, iremos nos preocupar, inicialmente, em trabalhar o layout dele, ou seja, definir o posicionamento dos itens.
Em alguns casos, o trabalho para encontrar o local exato das imagens e textos é mais complexo e requer o bom gosto de um designer em vez da praticidade de um webmaster. Entretanto, ambos devem ser levados em consideração para que o usuário possa se localizar facilmente e interagir no site sem problemas. Aqui vale a regra de que o usuário deve atingir seu objetivo em até três cliques, de maneira que essa idéia deva ser preservada ao desenvolver o seu.
Desenvolveremos nosso “job” a partir de um site que, em breve, estará disponível para visitação na Web. Assim, a aplicação desta matéria será real e trabalharemos os elementos fundamentais para um site.

O logotipo

O logotipo de um site é uma discussão constante. O ideal é desenvolvê-lo em um aplicativo vetorial (como o Illustrator da Adobe ou o Draw da Corel) e, em seguida, tratá-lo no Photoshop, mas nada o impede de criá-lo no Photoshop.
O problema da criação de um logo no Photoshop é que se seu site crescer, você precisará desenvolver sua logotipia para promoção impressa e, diante disso, terá alguma dificuldade para trabalhar a resolução dessa figura mesmo que ela tenha sido criada no Photoshop.
Se você trabalhar um logotipo já pronto a partir de um aplicativo vetorial, exporte-o para o formato EPS (Encapsulated PostScript) e adicione-o ao Photoshop por meio do menu File, Place. A vantagem do EPS é a facilidade para redimensioná-
lo sem que haja deformação.
Além disso, a imagem já vem com o fundo transparente, o que facilita o posicionamento do logo no design do site.
Depois de adicionar o logotipo, é importante trabalhá- lo de acordo com a idéia do cliente. Aqui, a cor-padrão é laranja e essa informação deverá ser levada em conta no decorrer do desenvolvimento do site.






A aplicação de efeitos a partir do layers dará uma sensação diferente ao logotipo e o fixará como marca de seu site.
Um exemplo de várias aplicações de logotipo é o trabalho do Google, por exemplo, que em diversas ocasiões do ano o incrementa. Em nosso caso, é importante ter o logotipo de forma a poder adaptá-lo as situações desejadas.









O logotipo deve ficar em algum lugar visível que identifique seu site e pode ser destacado com efeitos. Evite alterações freqüentes. Definido o logotipo, é importante trabalhar outros elementos do site, como os botões de navegação, por exemplo, ou a escolha da tipografia que será utilizada no decorrer do desenvolvimento.
A escolha da tipografia é um fator imprescindível. No entanto, deve-se, primeiramente, pensar na facilidade da leitura do site, ou seja, para a Web é bem mais comum utilizar-se de fontes sem serifa, como Verdana, Frutiger ou Arial. Deve-se criar um padrão para os títulos, botões e outros elementos, como o texto corrido.

Na tipografia, as serifas são os pequenos traços e prolongamentos que ocorrem no fim das hastes das letras. As famílias tipográficas sem serifas são conhecidas como sans-serif (do francês “sem serifa”), também chamadas grotescas (de francês grotesque ou do alemão grotesk). A classificação dos tipos em serifados e não serifados é considerada o principal sistema de diferenciação de letras.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Serifa





Página 1 de 7


ARTIGOS SEMELHANTES




Deixe seu comentário
QUER UM AVATAR? Faça seu login ou cadastre-se

O comentário está desabilitado, para enviar um comentário você deve fazer login!

Abel Costa



51 imagens na galeria
das quais recebeu 5 fav
e nota máxima 8.9


Últimas postagens Mais lidas


em ,


em ,